Buscar

Homem é preso após bater e torturar mulher em Alter do Chão

Josimar “Magrinho” foi preso após agredir a mulher com soco e torturá-la com choque elétrico

Josimar “Magrinho” foi preso após agredir a mulher com soco e torturá-la com choque elétrico

Era por volta das 21:30 horas de sexta-feira, 15, quando ocorreu uma enorme confusão na residência nº. 604 da Travessa Antonio Alves, bairro Jardim Marina, vila de Alter do Chão, município de Santarém/PA, que terminou com a vítima exibindo um forte hematoma no olho esquerdo e o acusado preso pela Polícia.

Segundo informações da vítima, testemunhas e da Polícia, o acusado Josimar Ferreira Melo, vulgo ‘Magrinho‘, 23 anos, chegou em sua casa cheio da maldita da cachaça, depois de encher a cara de ‘tatuzinho‘ no ‘buteco’ da esquina, e passou a cobrar ciúmes da sua companheira e ver ‘chifre na cabeça de cavalo‘.

Para evitar problemas, a vítima resolver sair do local, mas ‘Magrinho’ não contou derrota e desferiu um único e certeiro murro na face da companheira, acertando-lhe o olho esquerdo que transformou logo em inchaço.

Não satisfeito, o acusado ainda pegou um fio elétrico, ligou na tomada e só encostou na costela da coitada, que saiu aos gritos da casa pulando e pedindo socorro aos vizinhos, e o valentão passou a quebrar os ‘quase nada‘ da casa.

Em poucos segundos, os vizinhos e familiares da vítima já estavam todos no local e logo acionaram a Polícia Militar, que foi até a residência e constatou a denúncia de violência doméstica, mas o ‘Magrinho’ já não se encontrava, pois tinha fugido e corrido pelos fundos para um matagal próximo.

Depois de colher informações da vítima sobre a agressão e ver o ‘quebra-quebra‘ na casa, os policiais, sob o comando do Cabo Manoel, souberam que o acusado estava escondido em um terreno baldio próximo dali, onde foi preso.

O acusado, que é muito grande e bombado, exibindo um ‘físico de jogador de purrinha‘, ainda tentou resistir à prisão fazendo força igual ‘urubu fisgado no anzol’, mas não teve jeito, choro e nem vela, quando foi algemado e conduzido para a 16ª Seccional Urbana de Santarém, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Luiz Paixão e indiciado na prática do crime de lesão corporal mediante violência doméstica.

Em depoimento ao Delegado, o acusado negou tudo e, na maior cara de madeira, explicou que o hematoma existente no olho da vítima foi em decorrência de ela ter batido na quina da porta do quarto quando se amavam.

O acusado, como manda a lei, foi beneficiado com uma fiança, que foi arbitrada pelo Delegado em cinco salários mínimos, mas como ele não tem onde cair vivo, foi transferido na manhã de sábado para o Sistema Penal do Estado, onde está à disposição da Justiça.

 

Fonte: RG 15/O Impacto e Hitamar Santos

If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

3 respostas a Homem é preso após bater e torturar mulher em Alter do Chão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Categorias